sexta-feira, 29 de julho de 2016

Decisão irrevogável (2)

HELENA RAMOS

Depois do anúncio na comunicação social, a explicação da própria Helena Ramos, no Facebook, dos motivos que a levam a não estar na corrida à Câmara de Paredes de Coura.

Aprendemos com os erros.
Esta é a resposta para muitas das questões que inúmeros courenses, amigos e curiosos, se tem colocado face à notícia sobre a minha recente posição política.
Não sou a candidata. Não serei a representante do Partido Social Democrata para o concelho de Paredes de Coura! Não por não ter sido convidada. É importante que fique claro que esta decisão partiu inequivocamente da minha vontade. A atual concelhia eleita e da qual ainda sou vice-presidente soube sempre respeitar e reconhecer os que dedicam parte do seu tempo para a causa comum. Soube sempre valorizar aqueles que defenderam e defendem as cores e as ideologias políticas do PSD sem máculas e isentas de interesses. Pelo menos em todas as ações que eu conheço e reconheço terem partida desta concelhia.
Apesar da minha filiação recente, o PSD é o partido cuja ideologia me orienta desde a juventude. Mas acima de qualquer disciplina partidária a bandeira que eu ergo é a bandeira das minhas convicções, das minhas ações orientadas pelas diretrizes da ideologia política do PSD. Não sou manipulável, não sigo pessoas ou grupos de pessoas. Sigo apenas o trabalho em grupo e a participação ativa dentro dele. Quando assim deixa de ser, recuso-me a aceitar o que todos consideram ser inevitável. Defendo e defenderei sempre o que a minha razão me orientar a fazer. Corro sempre o risco de errar, é verdade! Mas quem não corre esse risco? Errar faz parte do ser humano.
Recordo uma frase que ouvi inúmeras vezes nos meus tempos de criança: “Aprendemos com os erros”… e foi o que me aconteceu… em inúmeras vezes… mas cresci corrigindo-os. Cresci bastante! Sou e quero continuar a ser dona do meu destino. Não danço a favor do vento nem das vontades alheias. São regras de ouro que me são características desde que me conheço. Não sou superior a ninguém muito menos sou insubstituível. Sou o que sou e ponto! Não serei candidata porque considero não ter o perfil necessário para assumir este desafio. Não por não me sentir preparada, nem por considerar não ter as competências para tal desafio. Não serei candidata porque a minha vida profissional e principalmente pessoal não mo permitem.
Não posso congelar o meu posto de trabalho. Não posso desviar a minha atenção do núcleo de família a que pertenço, principalmente quando ele mais precisa do meu tempo e da minha dedicação. Emito estes considerados porque e tendo em conta a minha eleição para a vereação (oposição) deste mandato, todos os courenses eleitores merecem esta explicação.
Meios como o nosso, estão repletos de criatividade e de maledicências. Fiz o que pude e a mais não sou obrigada. Sou uma pessoa racional e sou uma pessoa política. Sempre serei! Mas é necessário ter muita disponibilidade para assumir determinadas funções políticas. Principalmente quando se pretende a eficácia das nossas ações e das nossas decisões. Não consigo prever nem antever o meu futuro, mas no meu presente a conjuntura que me rodeia levou-me a decidir. Sendo que esta é a minha decisão. Não serei candidata.
Helena Ramos

12 comentários:

  1. Muito bem. Mais vale reconhecer os erros mesmo que seja tarde do nunca... Mas ainda há outras pessoas que também devem explicações aos courenses, até com responsabilidades politicas que já tiveram neste Concelho e até à data nunca nada foi esclarecido...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa de só atirar à pedra... Só teu!

      Eliminar
  2. E pronto lá se foi a última réstia do PSD de Paredes de Coura. Se já estava a estrabuchar, agora morreu de vez. Resta apelar à resiliência dos autarcas pelas juntas de freguesia. Já Agora o anónimo das 23:10 podia dizer quem mais deve explicações aos courenses?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Décio tem que fazer alguma coisa. Tem que ser ele. Não vamos estar agora com falsos novos profetas do PSD. Tem que ser o Décio!!! Ele é a figura central e unânime. Nem que seja para perder. Com isto não estou a dizer para ser ele o candidato. Estou sim a dizer que tem que ser ele a organizar as tropas. Não é com Amândios e Pedreiras que vão lá! Há gente no concelho capaz de formar lista, gente nos bombeiros, bastantes funcionários da câmara. Deixem-se de orgulhos idiotas ou a curto prazo desapareceremos!!! Décio onde andas?? Lena não podes sair assim sem mais nem menos. Caldas?? André??? E há mais !! Não tenham medo caramba!!

      Eliminar
    2. medo de perder pois isso ahahahahah

      Eliminar
  3. Sim medo. Medo de perder por números bastante expressivos. O pior é que não havendo ninguém corre-se o risco de o PSD ficar para sempre marcado com esta situação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tais é mortinhos para saber se há alguém e quem é, até róis as unhas, tem calma, faz parte de um sistema democrático haver oposição, ou oposições, é normal, desfruta as festas não te mates com isso, até porque os Problemas do PSD não são teus, correcto, portanto desfruta o Verão. Se contas ganhar por números expressivos não devias estar preocupado, é garantida a vitoria, contas com o ovo no ## da galinha, nesta vida o mundo dá uma volta por dia, aprende a viver, rapaz.

      Eliminar
    2. Os adversários do PSD não tenham receio que este Partido maioritário em Coura ,na hora própria encontrará candidato credível se é que já existe mesmo sem Décios e outros tais...

      Eliminar
    3. Maioritário? Onde e quando?

      Eliminar
  4. A D.Helena não se candidada pela simples razão de saber que ia perder.
    Na próxima vez ainda mais dificil vai ser para o PSD arranjar um candidato para perder. Por isso é que até o Amandio de Cossourado/Linhares serve. O problema é dar a cara por uma derrota.

    ResponderEliminar
  5. ninguem gosta de ser derrotado foi melhor assim

    ResponderEliminar

Os comentários no blogue são da responsabilidade de quem os faz. Todos os comentários serão alvo de moderação e só serão publicados após autorização do autor do post em questão. Não serão tolerados insultos de qualquer espécie.